guindastes hidrÁulicos veiculares
Modelo 12.500

Composto de três lanças hidráulicas e duas lanças manuais, indicado para caminhões de PBT mínimo de 6 ton no eixo dianteiro. Com extensão hidráulica das sapatas dianteiras, horímetro, manômetro, tomada de força, bomba hidráulica e óleo hidráulico sobre chassis. Podendo ainda, ser equipado com os seguintes assessórios: controle remoto, limitador de momento de carga, malhal metálico, guincho de cabo com capacidade para 1.5 ou 3 toneladas.

       
Modelo 16.500

Composto de duas lança hidráulicas e três lanças manuais, indicado para caminhões com PBT mínimo de 6 ton. no eixo dianteiro. Com extensão hidráulica das sapatas dianteiras, extensão manual das sapatas traseiras, horímetro, manômetro, tomada de força, bomba hidráulica, óleo hidráulico e sobre chassis. Podendo ainda, ser equipado com os seguintes assessórios: controle remoto, limitador de momento de carga, malhal metálico, guincho de cabo com capacidade para 1.5 ou 3 toneladas, porta palletes e extensão hidráulica das sapatas traseiras.

Modelo 20.500

Composto de quatro lanças hidráulicas e duas lanças manuais, indicado para caminhões com PBT mínimo de 6 ton. no eixo dianteiro. Com extensão hidráulica das sapatas dianteiras, extensão manual das sapatas traseiras, horímetro, manômetro, tomada de força, bomba hidráulica, óleo hidráulico e sobre chassis. Podendo ainda, ser equipado com os seguintes assessórios: controle remoto, limitador de momento de carga, malhal metálico, guincho de cabo com capacidade para 1.5 ou 3 toneladas, porta palletes e extensão hidráulica das sapatas traseiras.

truck cranes
Galeria de Fotos
   
CaracterÍsticas RM-120
MODELO: Guindaste Hidráulico VHC RM-120
CAPACIDADE MÁXIMA: 24 Ton. a 5 metros
MONTAGEM: em caminhões 6x4, traçado e com PBT superior a 23 Ton.
INSTALAÇÃO: deverá ser feita pela VHC e o caminhão deverá ter seu chassi reforçado para garantir a fixação e segurança da operação do equipamento.

LANÇA: De 03 seções telescópicas com acionamento hidráulico de elevação e sistema de cabos para extensão.

Comprimento recolhido: 6.100 mm
Comprimento estendida: 13.450 mm
Tempos máximo de operação:
Para abrir: 60s
Para fechar: 30s
Para elevar: 45s
Para abaixar: 20s
Número de roldanas na ponta da lança: 03 roldanas

GANCHO:

Altura com lança recolhida: 7.500 mm
Altura com lança estendida: 14.850 mm
Velocidade do gancho com 06 cabos: 7.5 m/min
JIB: 5.900 mm
Comprimento com JIB: 19.000mm
Altura com a JIB: 20.000 mm
Número de roldanas na ponta da JIB: 01
Obs.: Lança JIB opcional

SAPATAS DIANTEIRAS: Com movimentos horizontais e verticais hidráulicos através de cilindros de dupla ação, com válvulas de retenção pilotada no cilindro vertical e comandos independentes.
SAPATAS AUXILIARES TRASEIRAS: Com movimentos horizontais e verticais hidráulicos através de cilindros de dupla ação, com válvulas de retenção pilotada no cilindro vertical e comandos independentes.
ROLETES: Com movimento vertical hidráulico através de cilindros de dupla ação. Dispõe de roletes na extremidade para permitir pequenos deslocamentos com a carga na traseira e em pisos planos. Também apresenta movimento vertical hidráulico.
SISTEMA HIDRÁULICO
PRESSÃO MÁXIMA DE TRABALHO: 210 kgf/cm² (20,6 MPa)
COMANDO: Válvula direcional múltipla com circuito paralelo, que permite fazer dois ou mais movimentos ao mesmo tempo. Possui válvula de alívio geral incorporada e alavancas de acionamento no lado esquerdo.
BOMBA: De engrenagens, com pressão de trabalho compatível e vazão nominal de 64 litros/min com rotação de 1000 rpm na saída da tomada de força.
CILINDROS: De dupla ação, fabricados em tubos de aço, sem costura com hastes cromadas garantindo excelente precisão nos movimentos e vida útil mais longa.
MANGUEIRAS: Mangueiras de alta resistência com trançados de aço e terminais prensados padronizados.
TUBULAÇÕES: De aço sem costura, proporcionando um fator de segurança de três vezes o valor da pressão de operação.
GIRO: Acionando hidraulicamente através de dois cilindros, de dupla ação, com giro e 130 graus e velocidade de giro (máxima) 10 graus/s

GUINCHO: Acionamento hidráulico com motor de engrenagens para cima e para baixo. Possui redução de velocidade por meio de engrenagens com sistema planetário.

Força de tração: 4.400kg p/cabo
Velocidade de cabo: 40 m/min
Cabo de aço: Ø5/8”x105m – 6x37AF
Moitão principal: 4 rold, gancho e trava
Moitão secundário: com gancho e travaDISPOSITIVOS DE SEGURANÇA: Freio de enrolador, válvula de contrabalanço do guincho, válvula de retenção nas linhas de fluxo, nos cilindros das sapatas, válvula de contrabalanço no cilindro de extensão e elevação.

PESOS (aproximados):

Total: 25.500 kg
Frontal: 6.500 kg
Traseiro: 19.000 kg

Modelo RM-120
Descrição do produto: teste
 
Gráfico de Carga Lança Jib
Zona de giro Ângulo da Lança Carga

A

0º~20º

2,3
10º 2,5
20º 2,6
30º 2,8
35º 3,0
40º 3,2
45º 3,5
50º 3,8
55º 4,2
60º 4,2
65º 4,2
70º 4,2
75º 4,2
- Sapatas Totalmente Estendidas
- Carga em toneladas
Gráfico de Carga Lança Jib
Zona de Giro Ângulo da Lança Carga

B

20º~65º

1,8
10º 1,9
20º 2,0
30º 2,3
35º 2,6
40º 2,9
45º 3,2
50º 3,8
55º 4,2
60º 4,2
65º 4,2
70º 4,2
75º 4,2
- Sapatas Totalmente Estendidas
- Carga em toneladas
Número de Cabos de Gancho
Comprimento da Lança Número de Cabos
5,9 à 7,8m 6 cabos
7,8 à 13,3m 4 cabos
   

NÃO arrastar cargas com a lança abaixo de 40º.
Abaixo deste ângulo arrastar a carga somente com o engate do chassi.


PARA PROJETOS ESPECIAIS, CONSULTE A FÁBRICA.

CaracterÍsticas RM-180
MODELO: Guindaste Hidráulico VHC RM-180
CAPACIDADE MÁXIMA: 35 Ton. a 5,1 metros
MONTAGEM: em caminhões 8x4, traçado e com PBT superior a 26 Ton.
INSTALAÇÃO: deverá ser feita pela VHC e o caminhão deverá ter seu chassi reforçado para garantir a fixação e segurança da operação do equipamento.

LANÇA: De 03 seções telescópicas com acionamento hidráulico de elevação e extensão.

Comprimento recolhido: 6.000 mm
Comprimento estendida: 13.400 mm
Tempos máximo de operação:
Para abrir: 60s | Para fechar: 30s
Para elevar: 45s | Para abaixar: 20s
Número de roldanas na ponta da lança: 04 roldanas

GANCHO:

Altura com lança recolhida: 7.500 mm
Altura com lança estendida: 14.850 mm
Velocidade do gancho com 06 cabos: 5.5 m/min
JIB: 6.000 mm
Comprimento com JIB: 19.000mm
Altura com a JIB: 20.000 mm
Número de roldanas na ponta da JIB: 01
Obs.: Lança JIB opcional

SAPATAS DIANTEIRAS: Com movimentos horizontais e verticais hidráulicos através de cilindros de dupla ação, com válvulas de retenção pilotada no cilindro vertical e comandos independentes.
SAPATAS AUXILIARES TRASEIRAS: Com movimentos horizontais e verticais hidráulicos através de cilindros de dupla ação, com válvulas de retenção pilotada no cilindro vertical e comandos independentes.
ROLETES: Com movimento vertical hidráulico através de cilindros de dupla ação. Dispõe de roletes na extremidade para permitir pequenos deslocamentos com a carga na traseira e em pisos planos. Também apresenta movimento vertical hidráulico.

 

SISTEMA HIDRÁULICO
PRESSÃO MÁXIMA DE TRABALHO: 210 kgf/cm² (20,6 MPa)
COMANDO: Válvula direcional múltipla com circuito paralelo, que permite fazer dois ou mais movimentos ao mesmo tempo. Possui válvula de alívio geral incorporada e alavancas de acionamento no lado esquerdo.
BOMBA: De engrenagens, com pressão de trabalho compatível e vazão nominal de 64 litros/min com rotação de 1000 rpm na saída da tomada de força.
CILINDROS: De dupla ação, fabricados em tubos de aço, sem costura com hastes cromadas garantindo excelente precisão nos movimentos e vida útil mais longa.
MANGUEIRAS: Mangueiras de alta resistência com trançados de aço e terminais prensados padronizados.
TUBULAÇÕES: De aço sem costura, proporcionando um fator de segurança de três vezes o valor da pressão de operação.
GIRO: Acionando hidraulicamente através de dois cilindros, de dupla ação, com giro de 130 graus e velocidade máxima de 10 graus/s.

GUINCHO: Acionamento hidráulico com motor de engrenagem para cima e para baixo. Possui redução de velocidade por meio de engrenagens com sistema planetário.

Força de tração: 4.400 Kgf p/ cabo
Velocidade de cabo: 40 m/min
Cabo de aço: 5/8” x 105 m – 6x37AF
Moitão principal: 4 roldanas, gancho e trava
Moitão secundário: com gancho e trava

DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA:

Freio de enrolador
Válvula de contrabalanço no guincho
Válvulas de retenção nas linhas de fluxo, nos cilindros das sapatas
Válvula de contrabalanço no cilindro de extensão e elevação

PESOS APROXIMADOS DO EQUIPAMENTO MAIS CAMINHÃO:

Frontal: 6.500 kg
Traseiro: 19.000 kg
Total: 25.500 kg

 

Modelo RM-180
Descrição do produto: teste
Gráfico de Carga Lança Jib
Zona de giro Ângulo da Lança Carga

A

0º~20º

2300
10º 2500
20º 2600
30º 2800
35º 3000
40º 3200
45º 3500
50º 3800
55º 4200
60º 4200
65º 4200
- Sapatas Totalmente Estendidas
- Carga em kg
Gráfico de Carga Lança Jib
Zona de giro Ângulo da Lança Carga

B

20º~65º

1800
10º 1900
20º 2000
30º 2300
35º 2600
40º 2900
45º 3200
50º 3800
55º 4200
60º 4200
65º 4200
70º 4200
75º 4200
- Sapatas Totalmente Estendidas
- Carga em kg

 

Número de Cabos no Gancho
Comprimento da Lança Número de Cabos
6,0 à 7,8 m 8 cabos
7,8 à 13,4 m 6 cabos

Antes de arrastar cargas sobre o rolete:

O Ângulo de elevação da Lança deve estar à no mínimo 40º. Abaixo deste ângulo arrastar a carga pelo gancho do chassis.

     
Gráfico de Carga Lança Jib
Zona de giro Ângulo da Lança Carga

A

0º~20º

2300
10º 2500
20º 2600
30º 2800
35º 3000
40º 3200
45º 3500
50º 3800
55º 4200
60º 4200
65º 4200
70º 4200
75º 4200
- Sapatas Totalmente Estendidas
- Carga em kg
Gráfico de Carga Lança Jib
Zona de giro Ângulo da Lança Carga

B

20º~65º

1800
10º 1900
20º 2000
30º 2300
35º 2600
40º 2900
45º 3200
50º 3800
55º 4200
60º 4200
65º 4200
70º 4200
75º 4200
- Sapatas Totalmente Estendidas
- Carga em kg
     
Número de Cabos no Gancho
Comprimento da Lança Número de Cabos
4 à 7 m 8 cabos
7 à 12 m 6 cabos

NOTA: não arrastar cargas com a lança abaixo de 40º.

PARA PROJETOS ESPECIAIS, CONSULTE A FÁBRICA.

 

gruas de torre
Galeria de Fotos
CaracterÍsticas Gerais

ESTRUTURA: Projetada e construída segundo as mais recentes normas que determinam cálculos a vento de 80 km/h com a grua em serviço e 120 km/h com a grua em repouso. A construção seriada com gabaritos garante a total intercambiabilidade dos componentes.

TORRE: Formada por módulos com sistema que permite a montagem precisa e segura. Todos os módulos são interligados com elementos de fixação que garantem a rigidez de toda a estrutura.

LANÇA: Construída por sistema de contraventamentos, esta é formada por módulos de secção triangular, garantindo assim a rigidez necessária para sustentação das cargas.

SISTEMA DE ROTAÇÃO: Através de uma base com rolamento dentado, em conjunto com moto-redutor, proporciona ao sistema movimentos precisos e suaves. Podendo assim controlar os movimentos de maneira a não transmitir para a torre as oscilações, mesmo quando a operação ocorrer com fortes ventos.

OPERAÇÃO DO SISTEMA: A movimentação da carga é controlada pelo operador, e será feita por rádio controle sem fio. Os movimentos para içamento de carga são realizados por motores através de um quadro de comando, onde garantimos a segurança da operação do sistema.

MONTAGEM: A montagem da grua poderá ser realizada com auxílio de cabos de aço e sua estrutura de forma auto-montante.

DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA

Nossos equipamentos atendem as mais rígidas normas de segurança. As GRUAS atendem as exigências vigentes das normas brasileiras (Norma regulamentadora NR-18 do ministério do trabalho).
Para as gruas temos os seguintes componentes:
• Limitador de momento máximo;
• Limitador de carga máxima para bloqueio do dispositivo de elevação;
• Limitador de fim de curso para o trolley da lança nas duas extremidades;
• Limitador de altura, que permite a frenagem segura do moitão;
• Alarme sonoro, ativado no momento em que a grua é ligada, para alertar operações de risco, e casos em que o limitador de carga estiver atuando;
• Placas indicativas de carga admissível ao longo da lança;
• Luz de obstáculo (Lâmpada piloto);
• Trava de segurança do moitão;
• Cabos guia para fixação do cabo de segurança para acesso a torre, lança e contra-lança;
• Limitador de giro;
• Anemômetro;
• Dispositivo instalado nas polias que impedem o escape acidental do cabo de aço;
• Guarda-corpo, corrimão e rodapé nas transposições de superfície;
• Escadas fixas;
• Limitadores de curso para movimento de lança;
• Dispositivo trava quedas para movimentação vertical na torre da grua

Modelo GT-020

DADOS TÉCNICOS
Tipo: Ascencional
Nº de cabos: 02
Altura: de acordo com cada cliente
Carga Máxima: 2.000 Kg a 10 metros do centro da torre
Raio modelo GT 020: máximo de 20 metros / mínimo de 1,7 metros
Peso total do equipamento: 9.000 Kg
Potência total necessária: 15 kW

MECANISMO DE ELEVAÇÃO
Velocidade: 17,5 a 35 m/min
Potência: 10 CV - 0,75 kW


MECANISMO DE GIRO
Velocidade de giro: 0,6 m/min
Potência: 3,0 CV - 2,2 kW

MECANISMO DE TRANSLAÇÃO (TROLLEY)
Velocidade: 19,6 m/min
Potência: 2,0 CV - 1,5 kW
Temperatura de trabalho: -20ºC a 40ºC

Modelo GT-025

EM CONSTRUÇÃO

Modelo GT-06

EM CONSTRUÇÃO

cestos aÉreos
CaracterÍsticas Gerais

DETALHES CONSTRUTIVOS
Cesta individual em fibra
Quantidade de cesta por equipamento pode ser de 01 ou 02 cestas
Caixa de ferramenta individual para cada cesta
Comando hidráulico na cesta

SEGURANÇA
Atende todas as normas de segurança e operação do mercado
Prioridade de operação pela torre, podendo ser realizado pelo cesto
Cilindros e sistema hidráulico com válvulas de segurança
Sistema de nivelamento dos cestos com acionamento mecânico

ISOLAMENTO
A cesta pode ter isolamento de 46kv ou 69kv dependendo da necessidade e da operação estabelecida pelo cliente.

Modelo CA 95
Altura de trabalho 9,5 m
Alcance até fundo do cesto 8,3 m
Alcance horizontal 4,5 m
Alcance vertical 6,9 m

 

 

Modelo CA 105
Altura de trabalho 10,5 m
Alcance até fundo do cesto 9,3 m
Alcance horizontal 5,8 m
Alcance vertical 6,9 m

 

 

   
Modelo CA 135
Altura de trabalho 13,5 m
Alcance até fundo do cesto 12,3 m
Alcance horizontal 6,8 m
Alcance vertical 8,6 m

 

 

 
Modelo CA 155
Altura de trabalho 15,5 m
Alcance até fundo do cesto 14,3 m
Alcance horizontal 6,9 m
Alcance vertical 9,7 m

 

 

   
Modelo CA 185
Altura de trabalho 18,5 m
Alcance até fundo do cesto 17,3 m
Alcance horizontal 8,5 m
Alcance vertical 7,4 m

 

 

CREMALHEIRAS
Galeria de Fotos
EC 1500

INTRODUÇÃO

O Elevador de Cremalheira VHC EC1500, é ideal para atender as necessidades de transporte de pessoas e de cargas em diferentes tipos de empreendimentos e que tenham pouco espaço externo. Com um sistema eletroeletrônico que garante altos níveis de segurança.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

Tipo: Cremalheira e pinhão.
Capacidade de carga: 1500 Kg.
Capacidade de passageiros: 18 pessoas.
Altura máxima de montagem da torre: 120 metros.
Velocidade de trabalho: 28 metros/min.
Largura interna da cabine: 1,5 metros.
Comprimento interno da cabine: 3,0 metros.
Altura interna da cabine: 2,0 metros.
Largura do módulo da torre: 0,74 metros.
Altura do módulo da torre: 1,52 metros.
Potência dos dois motores: 10 CV (7,5 kW) cada.

CABINE

Fabricada em aço carbono tem a função de transportar passageiros e carga é composta de estrutura tubular, revestida até altura de 0,9 metros com chapa lisa e acima desta altura com grade de proteção. Piso e teto em chapa xadrez antiderrapante. Na parte superior há guarda corpo em todo o perímetro do teto e através de uma escotilha localizada no teto da cabine é possível ter acesso à parte de cima da estrutura.

A Cabine do Elevador de Cremalheira VHC EC1500 dispõe de:

  • Cabine auxiliar lateral para operação do elevador, protegendo e separando o operador durante o transporte de carga.
  • Cancela de acesso para os pavimentos.
  • Conjunto tensionador do cabo.
  • Rampas de passagem de carga e pessoas.

DISPOSITIVOS DE SEGURANÇA

Os elevadores de cremalheira fabricados pela VHC Equipamentos Hidráulicos atendem as mais rígidas normas de segurança (Norma Regulamentadora NR-18).

O elevador de cremalheira EC1500 dispõe dos seguintes dispositivos de segurança:

  • Freio de segurança;
  • Interruptor nos fins de curso superior e inferior monitorado através de interface de segurança;
  • Sistema de segurança situado a dois metros abaixo da viga superior da torre, monitorado através de interface de segurança, que impede o choque da cabine com esta viga;
  • Dispositivo eletromecânico de emergência que impede a queda livre da cabine, monitorado por interface de segurança, de forma a freá-la quando ultrapassar a velocidade de descida nominal, interrompendo automática e simultaneamente a corrente elétrica da cabine;
  • Inter travamento das proteções com o sistema elétrico, através de chaves de segurança com ruptura positiva, que garantam que só se movimentem quando as portas, painéis e cancelas estiverem fechados;
  • Dispositivo mecânico, que impeça que a cabine se desprenda acidentalmente da torre do elevador;
  • Freio manual situado na cabina, interligado ao interruptor de corrente que quando acionado desligue o motor;
  • Sistema de segurança que impede a movimentação do elevador quando a carga ultrapassar a capacidade permitida;
  • Sinal sonoro que é acionado automaticamente quando a carga ultrapassar a capacidade permitida;
  • Sistema de freio motor nos dois motoredutores;
  • Placa indicativa da capacidade de carga admissível a ser transportada;
  • Cabina metálica com portas;
  • Guarda-corpo, corrimão e rodapé na rampa de acesso (teto) à torre do elevador;
  • Tela de proteção que permite o operador ter visibilidade do interior e fora do elevador.
  • Sistema de amortecimento de impacto de velocidade nominal na base caso o elevador ultrapasse os limites de parada final.